Mary Ellen Wood Smoot

    2 May 2019

    Décima terceira presidente geral
    da Sociedade de Socorro

    1997–2002

    Visiting teaching is an important way to uplift sisters and bring the gospel of Jesus Christ into their lives and the lives of their families. Mary Ellen W. Smoot, 13th General President of the Relief Society, wanted every sister to catch that vision and live up to her responsibility in it.

    “We need each other,” she said. “We need visiting teachers . . . who are sincerely interested in those they visit and realize the importance of their calling as they strive to reach the one.”1

    Visiting teaching is not about completing a monthly to-do list. It is about nurturing every sister and bringing the gospel into every home. “My desire is to plead with our sisters to stop worrying about a phone call or a quarterly or monthly visit, and whether that will do, and concentrate instead on nurturing tender souls,” Sister Smoot said. “Our responsibility is to see that the gospel flame continues to burn brightly. Our charge is to find the lost sheep and help them feel our Savior’s love.”2

    Quando as irmãs verdadeiramente compreendem sua identidade, elas tomam decisões melhores, e isso inclui levar uma vida centrada no evangelho e fazer as visitas de professora visitante com um interesse sincero. Na reunião geral das mulheres de 1999, a irmã Smoot apresentou a Declaração da Sociedade de Socorro que expressava o “significado, propósito e direção”3 da vida das irmãs da Sociedade de Socorro. Lê-se em parte:

    “Como irmandade mundial, estamos unidas em nossa devoção a Jesus Cristo, nosso Salvador e Exemplo. Somos mulheres de fé, virtude, visão e caridade. [Buscamos] força espiritual seguindo os sussurros do Espírito Santo. [Dedicamo-nos] ao trabalho de fortalecer o casamento, a família e o lar. (...) [Deleitamo-nos] no serviço ao próximo e nas boas obras. (…) [Regozijamo-nos] com as bênçãos do templo, compreendemos nosso destino divino e esforçamo-nos para alcançar a exaltação”.4

    Infância

    Mary Ellen Wood nasceu em 19 de agosto de 1933, filha de Melvin e LaVora Blood Smith Wood em Ogden, Utah. Foi a quinta de seis filhas. Os Wood viveram o evangelho restaurado, serviram outras pessoas e ensinaram o trabalho árduo às filhas. A família tinha uma horta, árvores frutíferas e tratava de seus próprios animais. Mary Ellen e as irmãs trabalharam na fábrica de conservas enlatadas do avô. Quando criança, Mary Ellen amava as histórias de seus antepassados pioneiros, que a levaram à paixão de toda uma vida pela obra de história da família, a respeito da qual publicou vários livros.

    Educação e Casamento

    Em sua juventude, Mary Ellen trabalhou em diversos chamados na Igreja, bem como em cargos discentes. Ela frequentou a Universidade Estadual de Utah em Logan, Utah. Quando estava no ensino médio conheceu Stanley Millard Smoot. Depois da missão de Stanley no Havaí, casaram-se em 8 de outubro de 1952, no Templo de Salt Lake. Tiveram sete filhos e adotaram cinco. O serviço comunitário de Mary Ellen incluiu cargos diversificados, como presidente da Associação de Pais e Mestres, entrevistadora em um programa de rádio para adolescentes e presidente do Clube Republicano de Mulheres em Centerville (Utah).

    Serviços Mais Significativos na Igreja

    A irmã Smoot serviu na junta editorial da revista Friend para Crianças de 1966 a 1971. Ela e o marido serviram sete anos nos comitês de assuntos públicos da Igreja e foram diretores dos Serviços de Recepção da Igreja para convidados VIP entre 1993 e 1997. Em 1999, a Sociedade de Socorro preparou 350.000 acolchoados atendendo a um pedido de 30.000 acolchoados para os refugiados de Kosovo. A irmã Smoot foi a oradora principal no segundo Congresso Mundial de Famílias realizado em Roma, na Itália em 1999.5>